5 de agosto de 2011

6º e 7º mês - Visão de Mundo.

Estou agora no mês de agosto, partindo pro 8º mês já.. e como 'abandonei' um pouco o blog, voltei pra falar dos dois ultimos meses. Não tenho noção do tamanho desse post, mas é bom se preparar pra muitas novidades resumidas.



Meu ultimo post foi no mês de Maio, e ironicamente já estamos em agosto.. Mas recapitulando, não consigo formar muitos detalhes do que já vi, conheci e assisti nessa temporada de 60 e poucos dias. Posso dizer que num geral, indo pro 8º mês, já me sinto mais mulher. Não uma mulher por ter completado 23 anos sexta-feira passada ( na California - já comento sobre as minhas férias por lá ), mas porque me sinto num nível absoluto de conhecimento interior que a cada dia que passa, ao final de casa semana.. consigo compreender a diferença bruta na minha visão de mundo, de estratégia, de paciencia, foco.. e consigo aos poucos ter controle das minhas emoções, das minhas escolhas, decisões.. É algo bem peculiar pra se detalhar, talvez só eu terei conhecimento disso tudo dentro de mim, mesmo compartilhando um pouco aqui.


Junho: Foi um mês 'econômico', deixei de sair e gastar como vinha fazendo nos meses anteriores.. afinal, Julho chegaria e no final dele as minhas -tão-  esperadas férias na California, e isso dependia de um certo esforço pra ter grana e aproveitar por lá. O meeting do meu grupo local foi no Jogo dos Phillies, o jogo famoso de Baseball que tanto ouvimos dizer e que na minha opinião é um saco de assistir, monótono e desgastante.. mas o clima do estádio, a torcida, o lugar.. tudo fazia com que aquele jogo que eu nao entendo até hoje, fosse interessante e incrível.


Julho: O mês começou e eu só ia atrás de coisas que eu gostaria de conhecer pela California. Diferente de algumas - muitas - meninas, eu nao fui com ninguem, resolvi ir sozinha.. e tambem nao fui com nenhum tipo de tour ou coisa do tipo, simplesmente comprei as passagens e fui, sozinha. Julho eu tirei uma parte da grana pra comprar umas roupas de verão pra que eu levasse pra California, mas sempre economizando o maximo que eu podia. Chegou o tão esperado 23 de julho, sábado.. meu vôo era pra daqui da Philadelphia direto pra Los Angeles, la eu iria me virar .. ja tinha reservado um carro e hostel, mas ate descobrir como ir buscar o carro, enfrentar a fila da locadora de carros foi tudo na cara e na coragem. Fui com o ingles preparado pra me virar e consegui, em TUDO o que eu fiz por lá. Isso é fantástico! Minha host mom me deixou no aeroporto, retirei minha passagem, fiz check in, fiz as 5h e 30min de vôo e cheguei la só com a minha mochila e ipod na mão. Como disse, aluguei carro e fui nos meus destinos .. hollywood, beverly hills, walk of fame, ... etcs. Fui pro hostel, fiz check in e dormi! No dia seguinte fui pra Universal Studios de Hollywood.. na verdade achei Los Angeles uma cidade fraca, o parque tambem, e tudo por lá só se faz de carro.. é tudo muito longe, e se voce espera que seja tudo lindo, se prepara que nao tem nada de muito encantador.. a unica coisa que deixa a california com clima de california, sao os coqueiros enormes.. aqueles que se vê em filme .. nada muito alem disso. Conheci o Griffith Observatory, fui de carro até la, vi Los Angeles inteiro em 360 graus do pico mais alto, é lindo demais lá, vale a pena visitar. Passei 3 dias em Los Angeles, voltei pra entregar o carro na locadora, peguei um fretado do aeroporto pra estacao de trem e fui comprar meus bilhetes de trem pra San Diego, tudo na cara e na coragem.. nao tem coisa mais gostosa que essa sensação.. faria tudo outra vez, sem medo de nao conseguir.







San Diego é lindo, uma cidade com muitos estudantes e só festas, mas como fui pra descanso.. nao quis farrear, e fiquei nos passeios lights.. Andei pelo Cais, vi o Porta Aviões, a Marina com as lanchas ancoradas, fui em muitos outros lugares famosos por la.. e decidi que a minha viagem pra california seria só essas duas cidades.. afinal, fui pra descansar, e nao pra ficar sem dormir e ficar horas em onibus ou trem.. As cidades sao afastadas.. de san diego pra las vegas sao 4 horas de carro... e só de trem de Los Angeles pra San Diego, sao 3 horas de trem.. mas como nao fui pelo trem da Pacific Surfliner, tive que fazer a tal 'baldiação' e minha viagem de LA pra SD durou umas 5 horas.





Resumindo o meu equilíbrio atual.. diria que hoje me sinto mais forte, algumas coisas que antes me faziam mal, hoje já foram 'descartadas' da minha vida, nao totalmente, mas de uma forma que eu aguente sem que me faça mal.. Talvez eu tenha aprendido a lidar com algumas coisas que antes eu nao sabia como resolver, hoje penso muito antes de agir, penso muito antes de falar, penso pra tudo que às vezes nem é tão necessário.. Tenho mais paciencia pra entender que tudo o que eu fizer tem uma consequencia, um retorno.. e não é pensando só em vida, mas em espírito mesmo.. A vida dá o retorno, o tempo quer dizer muito na vida de cada um de nós e eu, apesar de ser muito ansiosa e muito sentimental, consegui chegar numa plenitude das minhas ações e atitudes que hoje me fazem ser uma pessoa muito melhor, mais espirituosa, mais humana, mais honesta com tudo ao meu redor, inclusive comigo em particular. Cada mês que se fecha um ciclo e se inicia outro, eu busco absorver o melhor, mesmo das piores coisas que me aconteceram.. é claro que eu nao sou essa armadura toda de ferro, que o diga a minha mãe, que sempre ouve meus desabafos e choros esporadicos, mas procuro depois de por pra fora essa energia supercarregada, refletir sobre tudo o que eu já passei, já conquistei, já amadureci e cresci nesses 7 meses longe da minha vida real.

 

Sempre volto na tecla de que morar fora é um experiencia incrível, me descobri, me encontrei, me achei! É um momento que não importa quantas linhas eu escreva, só eu vou levar tudo isso comigo, e só eu vou saber o que a vida vai me dar de retorno de todo o meu esforço, minhas noites sem dormir, minha saudade que não cabe dentro de mim, a falta que faz um abraço sincero, um colo de mãe, uma ligação inesperada, uma mensagem no celular.. todas essas coisas que antes pareciam não ter muita importancia por serem coisas 'rotineiras' .. passaram a ter um novo olhar, passou a ser diferente os valores que esses pequenos momentos que eu tinha no Brasil, eram o meu verdadeiro universo, reconhecer os valores da familia, de um almoço junto, uma pizza no final do domingo, do cheiro da nossa casa, do tempero da comida da minha mãe.. entender de um outro jeito mais 'espirituoso' o sentido de estar nessa vida, dentro dessas circustancias, dos pais, irmãos que me coube nessa vida.. e entender que tudo isso que eu vivo aqui é só uma parte do amadurecimento espiritual que me foi dado.. saber que mesmo comprando tudo o que tive a oportunidade de comprar aqui, a coisa mais importante que vou levar disso tudo são só os momentos que eu vivi, as dificuldades, as horas de choro em silencio, as coisas que só eu tive a oportunidade ver, sentir.. saber que minha postura mudou, meu semblante nao é mais tão ingenuo, cheio de medo do que vem pela frente.. a força que me move hoje, é recheada de muita atitude, de coragem, da vontade que tenho de atingir meus objetivos, realizações, sonhos.. Entender que viver isso daqui é só um intensivo de vida, de realidade, de diferenças. É mágico, eu passaria horas escrevendo o quanto me sinto bem e outra pessoa num tempo razoavelmente 'curto' equiparando com a minha idade atual.. foram muitos anos buscando o que eu comecei a sentir e a entender depois de conquistar o meu próprio espaço dentro disso que chamamos de 'vida'.



É até estranho pensar que agora só me restam 4 meses e meio até que eu volte pro Brasil, parece brincadeira.. mas já posso sentir o gostinho da vitória de conseguir ter completado o maior desafio da minha vida: SABER QUEM EU SOU.

E claro, não deixaria passar despercebido que tudo isso que eu me sinto hoje é dedicado pra minha mãe, que é a pessoa que nunca saiu do meu lado nenhum dia do ano, e que mais me dá forças pra aguentar a pressão por aqui! e AHH, eu pintei meu cabelo em julho, resolvi mudar um pouco o visual e taquei a tinta loiro escuro, o que no sol faz com que eu fique um pouco, digamos... ruiva!




Beijos!
Lu

5 comentários:

Luana Silva disse...

Luuu, adorei as fotos de suas férias... sonho em conhecer Califa também... depois nos conte detalhes de onde locou o carro...
É muito burorático fazer isso por aí?
Como vc conseguia chegar nos lugares? Placas ou GPS?
Meooo, fantástico... tbm curto viajar sozinha, meter as caras nas coisas e enfim... acho que isso nos possibilita um conhecimento interior sem tamanho... como vc mesma escreve do sue desenvolvimento que é nítido.

Amei o post... bjs floor.

Nuba disse...

Parabens pela força e coragem admiradora!

Aghata Gonsalves disse...

Uauuuuuuu... fiquei impressionada com as palavras e com o post! Parabens pela determinacao e coragem de ir pra LA e San Diego sozinha, pelas conquistas e pelo crescimento pessoal! Adorei o post!

Thays disse...

oi Lu!!!!!
Que legal que vc tbm tem blog! Acabei de descobrir no grupo do face!

Amei nossa foto aqui, irei te add no meu blog!
Bjao!!!

Tais Cruz disse...

Tô adorando acompanhar esse seu sonho! Como tá passando rápido, né Lu?!

Te amo!
Beijoca ;*